PALAVRAS FECHADAS

Com letras te conheci, com letras te olhei, com letras te vi, com letras traíste. Roubando emoções e interpretando sentidos, senti, sentiste e emocionaste-te no profundo ser do conhecimento do outro ser. Expuseste a mágoa, o sentir, a dor, e abriste portas que permanecem fechadas. Descobriste o que ainda falta descobrir e não será descoberto enquanto a porta não se abrir. E ela não vai abrir. O talento isolado não resulta sem o Homem, e se todos o lêem, na realidade ninguém o escreve, pelo que é preferível ninguém o ler, mas alguns o escreverem, para que não sejas ícaro das tuas palavras. Talvez assim a porta abra... Quem sabe... Talvez assim seja descoberto... por ele, por ti, por ela, por mim. Não escrevas Português, escreve tu, ti, eu, mim, nós. Nem escrevas bem, escreve mal para aprenderes a escrever bem. Escreve paredes, escreve armaduras, escreve fechaduras e vulnerabilidades. Escreve o que for escrito para mais tarde ser escrito por quem realmente escreve. Encontra as personagens aqui, ali, em teu redor ou em redor da fantasia da tua mente, são elas que irão guiar-te na escrita e transmitir, por vida própria, conceitos icásticos, aquilo que a parede não deixou purgar.  Não te abstenhas do escreves mas antes escreve sobre o abster-te de ti, longe, navegando à deriva sem a procura da palavra certa porque ela não existe. Existe a ideação de uma palavra e relacionas com a única marioneta real que identificará essa palavra... Ou será fantoche? Não traias a tua escrita, antes deixa que a escrita traia o homem e assim controlarás... pelo menos as palavras. 

4 comentários:

Momentos Anónimos disse...

As tais palavras que se pudessemos quantificar o mal que causam (utilizando outras palavras que não as tuas), imperaria o silêncio?

cpalmac

... disse...

Na minha opinião, depende da orientação de cada um (não é sexual). Primeiro é preciso a capacidade, depois a intenção, e só no fim o facto da pessoa sentir-se bem quando o faz. Mas decididamente, são as palavras a arte mais contundente de guerrear.

Bjs
Nuno

Momentos Anónimos disse...

A quem o dizes.... a quem o dizes!

Cp

... disse...

:)