GRITOS


Grita!
Grita a saudade minha que aí mora.
Acelera!
Em espaço aberto. Com tempo e espaço para expandir.
Expande!
Os medos são tragédias antecipadas sem lugar no peito teu. No peito. No da chave. Naquele cuja chave está a ser moldada dia a dia, momento a momento, em cada olhar, em todo o lugar.
Em cada fogueira que acontece - que fazemos acontecer.
Teatro de guerra, combate em desafios... que estimulam sentidos. Não os 5... os outros. Os outros que só os sentimos pelo miado ou pelo uivo.
Sim!
Eu puxo um fio e quando souber como, puxarei outro. E outro e mais outro até não ter mais mãos que saibam o que fazer.
Tragédias são degraus - disseste.
Estará a valente coruja a mostrar Sophia?

8 comentários:

Carlinha disse...

Grito. Grito a saudade por quem nunca conheci.
(Não existem tragédias)

Beijinhos
Carlinha

Anônimo disse...

Caro Nuno.

Figuras e símbolos não faltam...
Muito bem escrito.

Nota: faz tempo que aprendeste a reconhecer corujas. Confio igualmente no teu julgamento. Mas recorda que uma única coruja não torna Sophia acessível.

Vários abraços,
ar

NS disse...

Existem Carlinha. Existem. Mas são experiências.

Bjs
Nuno

NS disse...

Caríssimo...

So posso dizer uma coisa: muito obrigado por tudo o que me dizes.

Nuno

Momentos Anónimos disse...

Bom... fiquei sem palavras: Devoro o que escreves, acho mm que só ligo o computador para vir aqui. Sonho, entre Ecos, Gritos e o tempo que não para, que não comandamos, é o nosso melhor amigo quando queremos ou deixamos, mas tm o nosso maior inimigo pq nos limita a existência tal como a conhecemos, porque outra haverá que só alguns conhecem.
cpalma

NS disse...

Cristina.

Vou apenas escrevendo...

Bjs
Nuno

"Picos" disse...

vejo assim
http://terpicosnopipi.blogspot.com/2009/04/o-medo-paralisa-versao-picos.html
beijo

NS disse...

Picos...

Do teu post, retive... quase tudo.
No entanto, para - apenas - ilustrar a convergência dos 2 posts, atrevo-me a repetir aqui uma tua frase:

"De nada nos vale conhecer a pessoa certa, se for na altura errada"

Bjs,
Nuno