Um Simples Rosto

Observo;
O rosto de conforto e felicidade que esperavas ter... que esperava dar.
Estar apenas a observar, sem pensar; e perceber que olho o infinito, o horizonte através do rosto, o firmamento como se a imagem se esbatesse num plano de fundo, apenas pintado, sem relevo e sem mácula.
Estar somente a observar, afinal, apenas o que aqui se passa atrás dos sentidos, aquém da visão e ver-te adormecer, e adormecer-te numa serenidade angelical.
Ficar a observar o rubor, o sorriso, o movimento dos olhos, o calor da pele, o respirar, a vida em paz... um simples rosto que de simples nada tem.

6 comentários:

Catarina Reis disse...

Que bonito pensamento. Beijos

Bianca disse...

É amor.
Bj

NS disse...

Obrigado Catarina. Desculpa a resposta tardia, mas tive que ausentar-me destas lides por uns dias.

Bjs,
Nuno

NS disse...

Bianca :)))

É Amor, sim... É Amor! É felicidade, ternura, paixão, mimo, carinho, preocupação, projecto, partilha, cumplicidade... É vida.

Bjs

Janaina Cruz disse...

O rosto as vezes resguarda emoções, escondidas na maquiagem de viver de vagarinho... Gostei de mais do teu blog, passo a segui-lo.

NS disse...

Janaina :)))

Obrigado pelas tuas palavras simpáticas. Irei espreitar o teu blog também. Prometo.

Bjs,
Nuno