Os Animais sem Espinha e sem Cérebro

Apresentam-se na Natureza diversos animais que ocupam o nosso quotidiano com mais ou menos relevo, podendo ser enquadrados num sem número de classificações possíveis.
Quanto à existência ou não de "espinha", uns existem que apresentam uma coluna vertebral segmentada e crânio onde é permitido o desenvolvimento de um cérebro.


Outros existem cujo corpo molda-se ao espaço, ao tempo, às vontades e seguem o seu caminho em onda sinusoidal sem que ninguém preveja a direcção do trilho.
São os invertebrados que para qualquer lado pendem conforme a circunstância; que alteram o curso sem pejo, gerando a confusão.
É um caminho de atalho sem nexo.
Um percurso sem honra, esse, dos tais animais invertebrados.

4 comentários:

Mário Rodrigues disse...

No entanto abundam!
Tantas vezes me tenho "invertebrado" !...

NS disse...

Mário,

Autênticas pragas!!
:)))

Abraço,
Nuno

jardinsdeLaura disse...

Nuno,
Classificar um animal como sendo invertebrado é atribuir-lhe uma classe ou antes retirar-lhe toda a classe?! Cá para mim só depende da besta! ;)

NS disse...

Laura,

Gostei tanto da tua frase: "Cá para mim só depende da besta!"

:)))

Beijos