Resposta

O Amor, esse, leste nas linhas de mãos que procuravam mais do que tinham;
O Amor, esse, sentiste na história que o príncipe contou, e que a princesa encantou;
O mundo, criado na redoma própria da vida, romantizada pela utopia da vontade ambiciosa, tornou-se próprio; pessoal e único.
Tornou-se engenho completo; máquina do tempo e eternidade apaixonada.
As noites esperam-me para cumprir funções que transcendem os mortais;
Para cumprir aquilo que a vontade desconhecia.
O Amor é eterno desde que as almas nasceram;
Desde as primeiras vidas que viveram.
A solidão é passado por força da coragem.
Existiu antes do (re)encontro.
A arte não é do Amor;
Esse já existia antes, apenas desconhecia em que porta entrar.
A arte é da essência que deixou este Amor morar.

2 comentários:

jardinsdeLaura disse...

Imagino que a quem se destina a tua "Resposta" tenha ficado feliz! O Amor, foi é e será sempre a melhor resposta... e na tua ele entrou para ficar!;)

NS disse...

Laura :)))

Antes de mais, obrigado por aqui estares. Continua a vir cá e a comentar sempre. :)))

Esta resposta foi elaborada para alguém que poetizou aquilo que viu entre mim e outra pessoa. Quer esse alguém, quer a pessoa que estava comigo ficaram naturalmente satisfeitas.

PS.: Na minha, ele entrou para ficar...!

:)))
Bjs