Com que sonhas?


Com que sonhas?
As tuas pálpebras encerradas olham dentro das tuas memórias, fantasiando o desenrolar de histórias, abraçando bocados da vida real.
É agradável observar; imaginar os sentimentos que te correm no espírito quando a tua mente se agita porque o corpo entendeu descansar.
Ao ajeitar-te o lençol, afagar-te o cabelo e encostar os lábios à tua face, desejo-te mais uma noite serena esperando o teu respirar perpétuo ritmado com o meu... a encerrar memórias de sorrisos comovidos e a certeza de não mais deambularmos por leitos esquecidos. 

2 comentários:

Stargazer disse...

Cumplicidade fantástica, essa!

Beijo sonhado(r) :)

NS disse...

Essa cumplicidade de facto existe... e é gratificante.
:)))

Bjs,
Nuno