LUCIDEZ


Ao primeiro olhar deslumbras a beleza
À segunda vista, contemplas com clareza
Aquela que te seduz mirar.
Vês nela o brilho da lua
Guardas a memória como sendo tua
Para mais tarde recordar.
Nela contemplas o infinito
A dor, a alegria, o corpo e o espírito
Com uma simples troca de olhar.
Mas sabes que não podes ser dela
Por mais que ela seja bela
Porque mais à vida não podes dar.

8 comentários:

MG disse...

Simples e simplesmente LINDO!
Sem palavras...
MG

Nuno Salvacao disse...

Obrigado MG,
Algumas palavras hás-de encontrar.

Bjs
Nuno

cristina disse...

Bom Nuno Eu fiquei mm sem palavras.... estou a ficar viciada na leitura deste blogger

cpalma

Nuno Salvacao disse...

Obrigado Cristina.
Lisonjeias-me... :)

cpalma?
A mesma cpalma com quem já passei alguns serões a trabalhar?

Bjs,
Nuno

cristina disse...

Sim Nuno, a mesma Cp com quem fizeste uns serões a trabalhar e te chateou no dia 01 de Janeiro de 2010 às duas da manhã com um email a pedir fotocópias fotocópias.... Continua a escrever, és agora, meu livro de cabeçeira!

bj
cp

Nuno Salvacao disse...

Minha querida Cristina. Fico muito feliz por ser o teu livro de cabeceira. Nem te imaginava a gostar deste tipo de literatura (se posso chamar de literatura).

Um beijo grande e obrigado.
Nuno

cristina disse...

Literatura: toda a leitura que nos prende, inebria, absorve e ensina. Adoro ler, não sou uma leitura qualquer, devoro, leio vários livros so mesmo tempo, sou critica e releio até, no minimo, conseguir obter duas interpretações do mesmo texto. Sinto-me tentada a levar alguns dos teus pensamentos para o meu face. O que é bom deve ser partilhado, embora n partilhe livros - odeio - partilho leituras.
cp

Nuno Salvacao disse...

Lisonjeias-me.
Podes partilhar sempre que quiseres. Não tenho entraves com isso.
Um beijo grande.
Nuno